Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

BEM VINDOS!

É imensa satisfação receber sua visita a este blog. Meu desejo é que os artigos postado possam edificar, consolar sua vida. Caso algum artigo lhe seja útil e queira usar fique a vontade para isso, pois tudo é feito para Honra e Glória do Senhor Jesus Cristo. Um pedido quero fazer, se você foi edificado, consolado indique este blog ao seu círculo de relacionamento. Minha oração ao Pai do Senhor Jesus Cristo é que Ele lhe abençoe imensamente, com todo sorte de Bençãos espirituais nos lugares celestiais.

Para Meditar

Em seu Emaill!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

TRANSLATE

Pesquisar este blog

15 de nov de 2011

CORRUPÇÃO



Corrupção é tema atual, está nas conversas em todos os lugares e, hoje é o dia de combate a corrupção. Todos nós queremos extinguir essa palavra e a ação dela do seio do Brasil, tirando do meio de nossos governantes. Estamos com o sétimo ministro do trabalho, pois os outros seis saíram por causa desta doença maligna que tem infectado a muitos.
A dificuldade é tão grande de exterminá-la que penso ser preciso fazer um exame mais apurado para se chegar a um diagnóstico claro de como enfrentar esse mal. Já que a população do Brasil é feita por famílias, vamos dar uma breve olhada nas famílias e como elas agem em relação a corrupção, pois fomos colonizados por portugueses que foram extraditados por vários motivos, alguns deles foram políticos e outros por sonegação e corrupção. A partir disso podemos dizer que a corrupção está intimamente ligada ao brasileiro principalmente.
Olhando para a nossa história podemos ver o se popularizou como o jeitinho brasileiro, que nada mais era do que corromper, enganar, para atingir o alvo desejado. Infelizmente muito da nossa corrupção aprende-se em casa.
Vejamos isso, quando os filhos não obedecem aos pais, os mesmos buscam comprar seus filhos com coisas que eles desejam para obedecerem. Notemos que a obediência para os filhos é um dever e não algo em que eles tenham opção em obedecer ou não. Quando os pais compram essa obediência estão corrompendo seus filhos. Conheço um pai que para o filho passar de ano deu um computador, ora passar de ano na escolha é dever desse filho e não opção. Essa compra e ser comprado, vai crescendo a cada nível de ação.
Os políticos tem o dever de administra os recursos públicos e aplicá-los adequadamente, mas como aprenderam em casa a corromper e ser corrompido, agora neste cargo público continua fazendo aquilo que aprendeu.
As nossas leis deveriam ser aplicadas com mais rigor a este tipo de crime, pois se alguém roubar uns pãezinhos para comer é condenado e preso, os políticos roubam bilhões e continuam aí votando e sendo votado. Quando proibido ou condenado, espera um tempo e reaparece com uma nova cara mais deslavada do que a anterior como é o caso do Color.
Nós eleitores devemos estar mais apercebidos e não votar mais nesses caras de paus que estão por aí. Agora é o momento da população brasileira se levantar e exigir uma reforma política no Brasil.
REFORMA POLÍTICA JÁ!

4 de nov de 2011

Israel: o Maior Sinal do Fim dos Tempos | Artigos | Chamada

Israel: o Maior Sinal do Fim dos Tempos | Artigos | Chamada: Apesar dos surpreendentes e espantosos acontecimentos experimentados nestes dias, o maior de todos os sinais do fim dos tempos - e, contudo, o menos enfatizado - é o retorno do povo judeu à Terra Prometida e a fundação do Estado de Israel.

30 de out de 2011

Os Fatos Sobre Halloween | Artigos | Chamada

Os Fatos Sobre Halloween | Artigos | Chamada: No dia 31 de outubro muitas pessoas irão participar de festas de Halloween. Mas essa festa aparentemente inocente tem estreita ligação com práticas ocultistas, mesmo que muitos não percebam isso.

27 de out de 2011

CRISTO - Que é a nossa VIDA

CRISTO
Que é a nossa VIDA
Adah Richmond

“Eu sou” – Quem és tu, Senhor?
Suficiente para toda tua necessidade;
Tu és completo em Mim.

Eu Sou – tua Paz, teu Gozo,
Tua Justiça, teu Poder.
Eu Sou – tua Vitória sobre o pecado,
Quem te guarda noite e dia.

Eu sou – teu caminho, tua vida;
Eu sou – tua Palavra da Verdade;
Tudo o que necessitares, Eu Sou – para ti
El Shaddai, o Todo-Suficiente

Eu Sou – tua Vida interior,
Teu Pão eterno;
Coma da minha carne,beba do meu sangue,
Eu sou – Do que tens necessidade?

9 de out de 2011

AMIZADE

João 15: 13-15 – Ninguém tem maior amor do este: de dar alguém a própria vida em favor de seus amigos. Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor, mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.
Neste momento da vida de nosso Senhor com seus discípulos, Ele muda a forma de se relacionar com eles. Até este momento o relacionamento deles baseava-se no relacionamento servo-senhor, senhor-servo. Este relacionamento o Senhor está elevando a um nível maior e mais íntimo, agora Jesus diz aos seus discípulos que eles são seus amigos e mostra o porque este relacionamento mudou. Mudou não por causa dos discípulos, mas sim porque Ele o Senhor da a conhecer tudo o que Ele ouviu do Pai. Mas ainda, por causa do seu amor por eles, conforme o verso 13 Ele daria a sua vida em favor de seus amigos. Eles se qualificam como amigos do Senhor, “por fazer o que vos mando”, obediência a sua palavra.
Amigo denota relacionamento íntimo, pois Abraão foi chamado amigo de Deus (Tiago 2:23). Abraão foi chamado amigo de Deus por obedecer as palavras de Deus.
A amizade é uma das coisas mais maravilhosa que existe, ninguém vive sem amigo (Prov. 18:1), desenvolver amizade e ter amigos é ser sábio e ter a verdadeira sabedoria.
A amizade revela dois aspectos em nossas vidas: - revela quem somos (Prov. 17:17).
- Influenciam diretamente nossa conduta (Prov. 22:24,25; 27:17).
Características de amigo
Lucas 7:5 – Ajuda nas dificuldades.
Lucas 14:10 – honra.
Atos 19:31 – dá conselho.
Característica de uma amizade saudável
Lealdade – Prov. 27:10; 17:17.
Aconselhamento mutuo – Prov. 27:9; 12:26.
Perdão – Prov. 17:9
Honestidade – Prov. 27:5,6.
Na Igreja chamamos uns aos outros de irmão e o somos, pois temos um mesmo Pai e um mesmo irmão mais velho. Entre esses irmãos será que temos um amigo? Só por sermos irmãos isto não implica em ser amigo. Observe na tua família mesmo, se você tem irmãos, de quantos deles você é amigo de verdade?
Amizade é algo que conquistamos porque necessita de confiança. Irmão somos porque temos uma ligação de nascimento, amigo tem ligação de confiança, de lealdade, honestidade, perdão, aconselhamento, isto se conquista.

3 de out de 2011

AMOR FRATERNAL

A comunhão entre os irmãos é um assunto muito sério e que devemos nos aplicar nela, pois sem a comunhão com nossos irmãos não haverá comunhão com Deus, já que somos o Corpo de Cristo .
Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus ame também a seu irmão.
Para que essa comunhão possa ser estabelecida, ela precisa ser acrescida com ingredientes sólidos e indispensáveis. Para isso tomaremos I Pedro 1:22:

Tendo purificado a vossa alma, pela vossa obediência à verdade, tendo em vista o amor fraternal não fingido, amai-vos, de coração, uns aos outros ardentemente.

Já que “ a Lei de Cristo” é o amor, Pedro aponta no verso 22 a purificação da alma traz o sentido de ser lavado para ser separado para uso de Deus. Entendemos como oferecimento de nossa alma para uso de Deus em seus propósitos. É o mesmo sentido de santificação.
Essa purificação ou separação é a lavagem pela obediência a verdade, quando obedeço a Palavra de Deus essa Palavra que obedeço me lava. Para exemplificamos vamos usar o verso de Efésio 5:26 – para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, aqui o Senhor purifica a igreja através da palavra com um objetivo ou propósito, para a apresentar a si mesmo Igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem cousa semelhante, porém santa e sem defeitos (27).
É neste sentido que Pedro usa a purificação da alma pela obediência a verdade. Este processo tem um objetivo ou propósito “tendo em vista o amor fraternal”. O amor fraternal é o amor no grego Filadélfia, que é o amor expresso por sermos irmãos e irmãs em Cristo e termos semelhanças. Já que somos egoístas por natureza o milagre do amor fraternal somente acontece quando Deus realiza um milagre através da obediência a verdade.
Agora somos filhos da obediência (I Pe. 1:14), são os que não anseiam mais por viver em função dos desejos egoístas do velho homem. Este amor fraternal não é somente espiritual mais também sincero (não fingido). Amemos os outros de coração. A motivação aqui é dar, não receber.
Aqui Pedro muda o tipo de amor, ele fala de ágape que é o amor com que Deus nos amou, que entregou seu filho por nós. Devemos amor não somente por causa de nossa semelhança com irmãos que somos, mas porque temos a semelhança de Deus. É o amor que leva alguém a oferecer a sua própria vida para salvar a outros.
Esse amor é insistente, não desiste. Assim como Deus que ainda hoje insiste em que as pessoas se salvem, lembrando-as de seu amor e sacrifício na cruz. Assim devemos amar os irmãos. Podemos usar aqui o atleta que se exercita dia a dia insistentemente até que consiga realizar aquilo que deseja. O atleta esforça-se com todas as energias. Como as habilidades de um competidor que precisa ser aprimorada, assim o amor é algo que exige trabalho. O amor cristão não é um sentimento, é uma questão de volição. Demonstra-se amor aos outros ao tratá-los da mesma forma que Deus nos trata. Deus nos perdoa, devemos perdoar aos outros. Deus é bondoso, devemos ser bondosos aos outros. Não é uma questão de sentir, mas sim de decidir, atitude que se deve trabalhar constantemente a fim de ser bem sucedido.

1 de set de 2011

DEUS TRIUNO



Lendo o livro de John Stott "A verdade do Evangelho" encontrei uns poemas que se tornaram hinos e passo aqui a transcrevê-los:

Nossa dependência de Deus e de sua Palavra:

Ó Palavra do Deus imortal,
Vontade do glorioso Filho seu,
como, sem ti, persistiria a terra
ou poderíamos alcançar o céu?

Concede desfrutarmos do saber
que vem, Senhor, do teu Manancial.
Que, qual crianças, nossos corações
se embebam ensino celestial.
(Bernard Barton, 1784-1849)

Nossa dependência de Cristo e sua cruz:

Nada em minhas mãos eu trago,
Só a tua cruz me apego, ó Senhor.
Desamparado, busco a tua graça;
Despido, veste-me por teu amor;
Imundo, a tua fonte buscarei -
Lava-me, ó Salvador, ou morrerei.
(Augustus M. Toplady, 1740-78)

Nossa dependência do Espírito Santo e sua obra>

E toda virtude que eu possa,
toda vitória que conquiste eu,
todo pensar de santidade em mim,
são teus, somente teus.

Espírito de graça e de pureza, vê
nossa fragilidade e compassivo, aqui,
faze morada em nossos corações,
tornando-nos mais dignos de ti.
(Harriet Auber, 1773-1862)

23 de jul de 2011

CONFLITO

O ser humano é um ser social, criado para viver em sociedade, temos que socializar faz parte inerente de sua vida. Ora, sabemos que na socialização esbarramos em muitas dificuldades para que essa socialização se concretize. Imaginemos quantas dificuldades devem ser superadas para que uma amizade possa se realizar. Mesmo que haja uma amizade existe a necessidade de manutenção para que a amizade continue existindo e crescendo, como diz em Provérbios 27:17 “Como o ferro com o ferro se afia, assim, o homem, ao seu amigo”. E, quando um conflito afeta essa amizade, o que fazer para que não haja rancores, amarguras? E, quando o conflito atinge uma liderança ou uma sociedade comercial, como agir diante disto? Na impossibilidade de haver uma restauração completa, qual deveria ser a atitude neste conflito? Algo muito importante mesmo na separação dessa liderança ou sociedade não ficar com amarguras e rancores, mas um laço de respeito entre as duas partes. Sobre um caso assim está descrito em Gênesis 13 que descreve a separação de Abrão e Ló. Neste caso o chamado tinha sido feito a Abrão e não a Ló, Ló o seguiu. Chega um dado momento em que começaram a haverem conflitos e a atitude de Abrão neste conflito foi de humildade. Humildade essa evidenciado no fato dele ter mostrado a Ló toda a terra e deu a Ló o privilégio de ser o primeiro a escolher para que lado seguir, se Ló fosse para a direita, Abrão iria para a esquerda e se Ló escolhesse a esquerda, Abrão iria para a direita. Ló escolheu o lado que lhe parecia, a seus olhos o melhor e foi para a campina do Jordão, local de duas cidades que ficaram conhecidas até hoje, Sodoma e Gomorra. Essa foi a escolha de Ló e todos sabemos o fim desse lugar . A localização atual e o Mar Morto, além da quantidade de sal existente naquele lugar há também poços de betume e enxofre. A lição que tiramos aqui deste evento é que a humildade é essencial para a resolução de conflitos, o ceder ou abrir mão de algo em prol do outro traz benefícios ao humilde e ao orgulhoso um abatimento. A Palavra de Deus em Provérbio 29:23 “A soberba do homem o abaterá, mas o humilde de espírito obterá honra”; Tiago 4:6 “Antes, ele dá maior graça; pelo que diz: Deus resiste aos soberbos , mas dá graça aos humildes”. Se você estiver em uma situação de conflitos não resistas e nem entre em disputas, simplesmente ceda, abra mão, na humildade encontramos graça, favor e benefício e no tempo certo seremos exaltados.

4 de jun de 2011

BUSCAI AO SENHOR E VIVEI

AMÓS 5:4,5

O Profeta Amós foi levantado em Israel proclamando que Deus viria como um leão (vs.2) proferindo juízo. Por trás de toda uma comunidade respeitável e prospera materialmente estava escondida uma massa de formalismo religioso e corrupção espiritual (vss. 12,21). A única maneira do povo ser liberto de todos os males que Deus traria sobre eles era buscar ao Senhor.
Agora quando ele profetisa isso o profeta alerta para algo: não buscar a Betel, nem ir a Gilgal, nem passar por Berseba. O que esses lugares querem dizer?
Betel – Foi nesse lugar que Abraão armou a sua tenda e edificou o seu primeiro altar (Gen. 12:8; 13:3). O nome Betel foi dado por Jacó. Foi nesse lugar que Jacó teve a visão de uma escada que atingia o céu, por onde os anjos subiam e desciam. Antigamente era chamado Luz e tinha um antigo santuário cananeu. Foi o local de sepultamento de Debora ama de Rebeca, a esposa amada de Isaac, avó de José e de Benjamim (Gen. 35:8).
O profeta Oséias, um século antes de Jeremias se refere a Betel com outro nome, Bete-Áven (Oséias 4:15; 5:8) esse nome significa casa do nada, casa de vaidade.
Gilgal – também está associado intimamente com a idéia da relação especial de Israel com o Senhor. Quando Josué conduziu o povo para a terra prometida, eles construíram um memorial em Gilgal (Josué 4:19-20) no mesmo lugar o povo foi circuncidado para mostrar que estavam deixando toda a influência corrupta do Egito (Josué 5:1-90), o povo celebrou a primeira páscoa na nova terra (Josué 5:10) e mais tarde vieram a este lugar para dividir a terra que Deus lhes havia dado (Josué 14:6). Gilgal e Betel representava a presença de Deus entre os israelitas.
No tempo de Amós, porém estas cidades estavam associadas com o pecaminoso desrespeito a Deus.
Berseba – era o centro da vida patriarcal. Este nome significa poço do juramento e se originou com um pacto entre Abraão e Abimeleque rei de Gerar (Gen. 21:22-34).
Este alertar significa que não devemos buscar um renovo, um avivamento espiritual ou uma mudança olhando para o passado, nas experiências antigas ou de outrem, isto só nos levará cada vez mais para trás e pecaremos diante de Deus.
No verso 6 ele volta a afirmar buscai ao Senhor e vivei. Não há vida fora do Senhor, só morte. Não há vida no passado, já houve agora já não há. Devemos buscar ao Senhor.
Lembremos de Mateus 11:28-30 – vinde mim diz o Senhor. Jesus o que deveriam fazer diz que para ter vida eterna (João 17:3). Se queremos viver devemos buscar ao Senhor e buscar ao Senhor é ir a Jesus, só Ele tem as palavras de vida Eterna(Jo. 3:36; 5:24; 20:31).
O nome no nosso Deus é Já o Eu Sou. Nosso Deus não vive do passado ainda que o passado é muito importante para nós mas Ele vive o agora e para termos vida só Buscando ao Senhor e viveremos.
A Palavra nos exorta a buscar ao Senhor, pois haverá um dia em que quereremos buscá-lo e não encontraremos (Is. 55:6-9) e devemos buscá-lo de forma intensa e inteira (Jer. 29:13,14). Hoje é o tempo Buscai a Deus e Vivei.

26 de mai de 2011

O CAMINHO

SALMO 18:30 – O caminho do Senhor é perfeito; a palavra do Senhor é provada; Ele é escudo para todos os que nele se refugiam.

Neste salmo Davi inicia com a declaração de seu amor ao Senhor e por quem Ele é para ele e o que faz quando em dificuldade. No verso 6 ele diz que na sua angustia, invocou o Senhor, gritou por socorro. Após declara a ação de Deus. No verso 19 para onde levou a sua atitude inicial – um lugar espaçoso e por que ele foi para ali. É importante notar que ele está num lugar e o Senhor o leva para outro. Ele estava em aperto e o Senhor o levou para um lugar espaçoso. O que faz com que o Senhor o ouça e venha em seu socorro? Verso 21: tenho guardado os caminhos do Senhor e não me apartei perversamente do meu Deus.No verso 30 ele diz que: o caminho do Senhor é perfeito; a palavra do Senhor é provada. O que é o caminho? Todos nós sabemos o que é caminho, mas se pedíssemos para nos dar o sentido da palavra caminho, será que todos nós teríamos como fazê-lo? Caminho é: faixa de terra destinado ao trânsito de um para outro ponto, estrada, direção, rumo. Num sentido figurado: maneira de agir. É neste sentido aqui que a Palavra de Deus fala de caminho. Vejamos isto: Numero 21:4; Juízes 16:26; 2 Crônicas 28:2; Salmo 37:23. Quando o Senhor fala de andar nos seus caminhos, Ele esta dizendo que a nossa maneira de agir deve ser igual ao dEle. No Salmo 103:7 – diz que Deus mostrou seu caminho a Moises. Para Moises foram os mandamentos, e esses mandamentos se tornaram o modo como o povo deveria viver (Salmo119: 32-37; 59,105). Ainda que tenhamos tantos testemunhos no Velho Testamento, mas isso não se tornou o modo de vida do povo de Deus, pois hes faltavam alguma coisa. No Novo Testamento, Jesus aparece ensinando, veja esse testemunho: Mateus 22:16. A forma como Jesus pregava e ensinava mostrava o modo de vida de deveriam andar. Jesus lhes traz uma revelação, não é somente o seu ensino, Ele próprio era o caminho (João 14:6). A revelação aqui é que se quisermos andar nos caminhos de Deus precisamos do caminho, era isto que o povo de Deus do Velho Testamento precisavam, por lhes faltar isto, é que não conseguiam andar no caminho de Deus. O próprio Tabernáculo já mostrava isto, a presença de Deus estava oculta atrás do véu, ninguém podia entrar ali, a não ser uma vez por ano o sumo sacerdote e ainda com sangue. Quando o caminho foi revelado e exposto o véu se rasgou e agora podemos adentrar a presença de Deus e andar nos seus caminhos (Hebreus 10:20). Entendendo isso de modo figurado o caminho, por causa de Cristo podemos ter uma nova maneira de agir, muito acima da maneira de agir que tínhamos (o nosso caminho). Agora 2 Coríntios 5:17 vai ter um novo sentido para nós. Amém.

16 de mai de 2011

Artimanha do Inimigo

Êxodo 10: Então, Faraó chamou a Moisés e lhe disse: Ide, servi ao Senhor. Fiquem somente os vossos rebanhos e o vosso gado; as vossas crianças irão também convosco.
Quando lemos êxodo a primeira impressão é a salvação do povo de Deus, mas quero aqui frisar algo que muitas vezes passam em branca nuvens. O povo era o troféu, a ênfase aqui está entre a disputa de Deus e Faraó de quem ficaria com o povo. Outra coisa importante notarmos é que Faraó figura Satanás e esta luta, continua acontecendo ainda hoje.
A proposta de Faraó era que o povo poderia adorar ao Senhor, mas deveria deixar suas posses no Egito, para que depois que adorassem, pudessem voltar e assim Faraó continuaria a dominar e o povo continuaria escravo. Satanás não tem problema algum em que os filhos de Deus o adorem, desde que eles tenham deixado no mundo algo com que Satanás mantenha em escravidão, por este motivo muitos dos filhos de Deus continuam escravizados porque ainda tem algo no mundo. Satanás luta duramente para mantê-los como seu escravo. Deus não cederá a Satanás, nem ao poder do mal.
O Apóstolo João na sua primeira carta no capítulo dois versículo quinze nos exorta dizendo: “Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” Se amarmos qualquer coisa do mundo, este amor nos manterá na escravidão à Satanás.
A obra redentora de Cristo foi para que Ele tenha a pessoa por inteiro. Jesus Cristo não terá parte de uma pessoa. O Senhor terá integralmente cada pessoa que ele redimiu. Cristo nos comprou inteiramente, devemos nos entregar por inteiro a Cristo. Devemos dar-lhe nossas mentes, nossas mãos, nossos pés, nossos corações, tudo que há em nós. Nossos corações não devem estar divididos entre Cristo e o eu, entre Deus e os prazeres. Cristo nos terá todo ou nada.

28 de abr de 2011

RESSURREIÇÃO

João 5:25-27
No último domingo foi o dia em que o Senhor Jesus a mais de dois mil anos atrás ressuscitou, após morrer por nossos pecados. Essa ressurreição para nós tem um sentido, mas não para todos, tem um sentido muito além do que é propagado pela religiosidade humana. A ressurreição de Cristo tem para nós vida, conforme o texto de João 5, não é como é dito que é um renascimento para algo melhor, não, é vida, a vida que não tínhamos, pois estávamos mortos, nascemos mortos para Deus, Efésios 2:1; Colossenses 2:13.
Quando ouvimos a sua voz, ou seja, a Pregação da Palavra de Deus, recebemos vida e assim podermos andar diante de Deus vivos em Cristo Jesus. Se tivermos vida em Cristo há uma atitude que deve nortear a nossa vida que á a busca das coisas lá do alto (Colossenses 3:1). Buscamos as coisas lá do alto, porque lá é a nossa verdadeira pátria e é lá do alto que nós aguardamos o nosso Salvador (Filipenses 3:20).
Quando recebemos vida em Cristo, buscamos as coisas lá do alto e aguardamos o nosso Salvador, estamos qualificados para a ressurreição de nossos corpos mortais que acontecerá na segunda vinda de Cristo (Filipenses 3:21; Romanos 6:5; 2 Coríntios 4:14; I Tessalonicenses 4:16).
Este é o verdadeiro entendimento da ressurreição de Cristo é Vida e não renascimento, mesmo quando o Senhor Jesus voltar e formos transformados não renasceremos, mas a vida que está em nós atingirá todo o nosso corpo, transformando não renascendo.
Que possamos andar neste mundo segundo a vocação com que fomos chamados (Efésios 4:1; 5:2, 8; Colossenses 2:6; 2 Pedro 1:10).

18 de abr de 2011

OUTRA FACE DA MOEDA

Ainda estão em nossa memória os fatos ocorridos em uma Escola no Rio de Janeiro, quando lembramos ainda nos revoltamos com a violência ali ocorrida, os fatos ainda são notícias, isto repercutiu no mundo todo, e nos alarmamos e fica ainda mais instalada falta de segurança.
Pensando sobre todas as situações de insegurança, violência de todo gênero, o clamor pela Paz, o labirinto em que o ser humano está vivendo, cheios de surpresas em cada esquina, lembrei-me do mito do Dr. Fausto. Este mito diz que Dr. Fausto faz um pacto com o diabo de receber tudo o que ele desejasse por um período de tempo que ao final o diabo viria cobrar. Goethe escreveu o que intitulou de Fausto, neste melodrama Fausto vem a conhecer Mefisto que lhe apresenta o seu bem mais precioso, simbolizados nos cavalos que é a velocidade e Mefisto concede a Fausto confiar em si mesmo e auto-segurança. A partir daí começa toda uma situação de empreendimentos e conquistas, acompanhada de desventurança e outros problemas. Ao final Fausto esta sendo assombrado por demônios o qual os chama de: necessidade, pobreza, culpa e ansiedade. Em sua luta por livramento Fausto consegue expulsar os três primeiros, mas não consegue expulsar a quarta por ser mais vaga e profunda delas – a ansiedade e continua a persegui-lo.
Quando Goethe escreveu Fausta era o inicio da modernidade e toda a história fala do homem moderno fazendo pacto com Mefisto (diabo) para o desenvolvimento material, mas que traz em si problemas e demônios tais quais assombram Fausto. O mais interessante de tudo isso é que o quarto demônio que Fausto não pode expulsar não nada mais nada menos que a doença do século XX e XXI – a Ansiedade a qual é o início da depressão.
Um fato dessas proporções está registrado na Bíblia bem no seu início quando Deus criou o homem e este por ouvir a serpente desobedeceu a Deus, trazendo por esta desobediência o pecado e a morte e como conseqüência diária ele teria dores e labores. Seus descendentes herdariam esse novo modo de vida pecaminoso e por fim a morte. Até hoje é assim, nascemos, crescemos, vivemos em meio a coisas boas e ruins, participando e sendo espectadores de desastres, violência de todo gênero, insegurança e tantos outros males.
Quando somos assolados por qualquer delas que são conseqüência de nossos atos e decisões, assim como Adão empurrou a culpa para Eva e esta para serpente, estamos indagando “Onde está Deus neta hora?” Nos esquecemos que nós agimos e decidimos as coisas sem perguntar nada a Deus, mas desejamos que Ele nos salve e nos proteja das nossas tolices.
Este mundo está condenado, como diz em I João 5:18b – e que o mundo inteiro jaz no Maligno, não há solução para ele. A resposta de Salvação deste mundo maligno está apresentada no Evangelho de João 3 versos 16,17 – Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Há uma necessidade de entendermos algo muito importante senão não receberemos essa palavra de forma certa. Quando fala que Deus amou o mundo aqui são as pessoas que estão no mundo (terra) e no verso 17 fala que Deus enviou seu Filho ao mundo aquis são as coisas criadas (terra, arvores, etc.) e quando diz não para que julgasse o mundo aqui são novamente as pessoas.
O Senhor Jesus veio para Salvar a todos os que o recebem e dar a vida eterna, para que isso possa acontecer são necessárias duas coisas básicas – arrependimento que é o reconhecimento que sou pecador e o recebimento do dom de Cristo que é Ele mesmo em nosso coração.

7 de abr de 2011

O QUE ESTÁ ACONTECENDO AO POVO DE DEUS?

Na edição nº 32 da revista Igreja na capa traz o seguinte título “Geração de Decepcionados – cresce o número de membros que abandonam igrejas para viver a fé em pequenos grupos”. Quando da leitura da matéria a primeira coisa que passa em nosso coração é “será que realmente são povo de Deus?”, é povo sim! Tenho para mim que é o momento para que os líderes da Igreja pararem para pensar e avaliar o estado do povo, o porquê estas coisas estão acontecendo. Há uma necessidade de entendermos o que se passa na sociedade, qual o seu caminho e o que estão pensando. É necessário essa avaliação social, pois a grande maioria dos desigrejados como é a tônica da matéria estão na faixa até quarenta anos, são pessoas cultas, na grande maioria com curso superior. Sabemos que todas as teorias sociais são disseminadas nas salas de aulas das universidades, são delas que nasce todo movimento social, pois os pensadores sociais são professores nelas. Na referida matéria nota-se que a igreja que está sentindo isso são as tradicionais, pois na neopentecostal ou como diz Charles Colson em seu livro A Fé em tempos pós-modernos a igreja emergente. A História é testemunha tanto no mundo como na igreja quando das transformações sofridas na passagem da pré-modernidade para a modernidade com o advento do iluminismo, muito dos conceitos iluministas entram na igreja e inclusive na interpretação bíblica que se deixou a revelação pela razão, as igrejas tradicionais estão impregnadas disso que gera uma angustia e um desejo de seus membros mais novos em algo a mais e que não é possível ali. As neopentecostais adentraram aos pós-modernos que aglutinam um grande parte, mas que também fica um vazio, pois não a nada concreto para que se possa firma e direcionar a vida cristã, visto hoje termos um volume grande de escândalos envolvendo Pastores e membros de igrejas. Hoje há uma necessidade dos que se dizem cristãos expressarem Cristo, ouvimos falar de Cristo, ouvimos seus ensinos, mas pouco se vê de vida de Cristo. Quem hoje nega a si mesmo e toma a sua cruz? O que ouvimos dos que se dizem filhos de Deus são palavras do tipo: é meu direito, eu tenho privacidade, na minha vida sou eu quem manda e, assim muitas outras palavras que mostram que a cruz de Cristo está longe. Como diz o apóstolo Paulo “são inimigos da cruz de Cristo” (Filipenses 3:18), muitos destes estão agindo assim por engano. A sociedade hoje é uma sociedade hedonista, visto que o programa de maior audiência é um tal Big Brother que nada mais é que um show de idiotices, besteirol e prostituição sendo veiculado em horário nobre em que muitos cristãos sentam em frente ao televisor para assistir a esse tipo de espetáculo que é condenado pela Palavra de Deus. Hoje temos uma sociedade voltada para o nada. Os conceitos pós-modernistas estão na mente dos membros universitários que acabam utilizando disso que são conceitos sociais secular para a igreja e seus ensinos. O cristianismo está novamente em frente a um novo movimento que tenta acabar com o cristianismo bíblico para um cristianismo ligth um cristianismo sem sal. Precisamos buscar em Deus como enfrentar essa onda no seio da igreja.

2 de abr de 2011

A CARTOLA DO MÁGICO


Todo mágico que se preze tem uma cartola, este elemento é indispensável, pois é através dele que muitas coisas são tiradas do nada, a mais comum é um coelho. Pensando por ângulo mágico me vem a mente que o cristianismo institucionalizado conseguiu tirar coelho e ovos e acrescentá-los a Páscoa. A Palavra de Deus apresenta duas páscoas: uma dos judeus e a outro do cristianismo. As duas têm algo em comum e muitas outras coisas são alegorias. Hoje os símbolos da páscoa são: coelho, ovos, quão diferentes são os símbolos da verdadeira páscoa! Inicio este estudo respondendo a uma pergunta que sempre é feita: O que é Páscoa? Para alguns páscoa é um tempo de ganhar coelhinho e ovos de chocolate, para o comércio é um tempo de vendas, e assim cada um tem a sua resposta. A Páscoa surgiu quando o povo de Deus (judeus) habitava como escravo o Egito, ainda que quando foram para lá eram apenas 70 pessoas que compunham a família de Jacó(1) . Muitos anos (430)(2) , se passaram até que o povo multiplicou mais do os Egípcios(3)que os fizeram por escravos. O povo clamava por libertação até que Deus levanta Moisés como libertador. Após, libertos, isto depois de dez pragas que Deus envia ao Egito. A Páscoa surge antes da décima praga que era a morte dos primogênitos, para proteger o seu Povo Deus institui a páscoa. O ponto central da páscoa era o cordeiro e seu sangue. O cordeiro seria morto eles comeriam o carne e o sangue era passado nos umbrais da porta, para que quando o amjo da morte passasse, ele veria o sangue que era o sinal de que havia morte naquela casa. Os moradores daquela casa seriam salvos pela morte e pelo sangue do cordeiro(4) . Com a morte do primogênito de Faraó, ele liberta o povo. O povo que saiu do Egito era composto de seiscentos mil só de homens, sem contar mulheres e crianças que totalizaria por volta de dois milhões de pessoas(5) . Os símbolos que temos nesta páscoa são: o cordeiro, o sangue. A partir deste evento Deus ordena ao povo de Israel que celebre a pasço todos os anos na mesma data. Esta páscoa é uma figura do que deveria ser no futuro, ainda que para aquele povo fosse uma experiência real, mas mostrava o que Deus faria por todo o mundo. No tempo determinado por Deus, Ele enviou o verdadeiro cordeiro pascal, que foi conhecido e proclamado por João Batista(6) . Jesus o verdadeiro cordeiro pascal que foi imolado na cruz, verteu o seu sangue para salvar os homens dos seus pecados(7), o próprio Jesus diz que veio salvar e não condenar(8). Jesus desejava como a páscoa com seus discípulos, pois esta seria a última páscoa a ser celebrada e após ela aconteceria à morte do verdadeiro cordeiro pascal, morte está efetuada uma única vez, mas com um efeito eterno(9). No Calvário o cordeiro pascal é crucificado e morto, seu sangue foi derramado por todos os homens(10), Jesus morre na páscoa, porque Ele era o cordeiro pascal que tira o pecado do mundo. Após três dias Jesus ressuscita e é elevado aos céus e assenta a direita do Pai(11). Aí se cumpre a verdadeira páscoa, não mais havendo necessidade de celebrarmos a páscoa, o que Jesus deixou para celebrarmos é a Ceia do Senhor que Ele instituiu(12). Esta é a verdadeira Páscoa. E a páscoa que hoje é comemorada o que é? São coisas dos mágicos e suas cartolas.

1 Gênesis 46:27
2 Êxodo 12:40
3 Êxodo 1:1 ao14
4 Êxodo 12:1 ao 36
5 Êxodo 12:37
6 Evangelho de João 1:35
7 Evangelho de Mateus 1:21
8 Evangelho de João 3:16 ao 21
9 Evangelho de Lucas 22:14 ao 18
10 Evangelho de Lucas 23:44 ao 49
11 Evangelho de Lucas 24:1 ao 12, 50 ao 53
12 Evangelho de Mateus 26:26 10 30

31 de mar de 2011

COMO ENCONTRAR A VONTADE DO SENHOR

Quando ouvimos alguém dizer “a vontade do Senhor” seja em qual for a situação, está mais para uma formalidade do que em saber realmente a vontade do Senhor. Penso que tal situação está ligado a uma “moda” no meio evangélico que é a profecia. Hoje temos circulando nos púlpitos, na televisão, rádio, etc., Pregações Proféticas, Louvor Profético, Profetizar uns aos outros, e este dito tem tomado o lugar da Vontade do Senhor. Num passado não muito distante a vontade do Senhor era algo de grande interesse por todos os crentes, todos queriam descobrir a vontade de Deus. A falta de conhecimento em como descobrir a vontade de Deus gerou muita frustração e desencorajamento, talvez isso tenha ajudado a se buscar algo mais claro e fácil, a Profecia achou então um lugar de destaque. Quero apresentar algumas bases bíblicas para descobrir e andar na vontade do Senhor.
Existem dois aspectos na vontade do Senhor: 1. A vontade determinada de Deus – Hebreus 6:17, essa vontade é incondicional, imutável, irresistível (Efésios 1:9,11). A vontade determinada de Deus inclui coisas como o nascimento de Cristo, sua morte, ressurreição, etc.
2. O Desejo de Deus para o homem – é aquilo que Deus deseja para nossa vida, e que só pode ser o que Deus tem de melhor. A vontade de Deus é para que o crente realize o seu potencial. Neste segundo aspecto há necessidade de se colocar a vontade permissiva de Deus, ou seja, não é a vontade de Deus incondicional, imutável, irresistível. Neste aspecto Deus permite que o homem aja fazendo algo que Deus desejava que o homem não fizesse, mas cede por amor a esse homem, como exemplo, o caso do divórcio que Moises permitiu e Deus concordou, o motivo de Deus concordar o Senhor Jesus deixou claro “a dureza de coração” - Mateus 19: 7,8. Houve e há muitos problemas com relação a vontade de Deus listo aqui alguns desses motivos:
Esse termo muitas vezes não é definido com clareza ou consistência; muitos ignoram os meios para se determinar a vontade de Deus; o termo freqüentemente mal usado por alguns que tentam justificar alguma decisão ou ação estranha; o termo é usado por alguns para defenderem suas opiniões doutrinárias ou conceituais; o termo é usado como uma fórmula mágica para santificar qualquer coisa que uma pessoa faça. A vontade de Deus não está oculta a nós (Efésios 1:9; :17; Colossenses 1:9); a vontade de Deus nunca é contrária a Palavra de Deus, a vontade de Deus é algo que nós vivemos e não somente algo que nós achamos (I Tessalonicenses 5:16-21; Tiago 1:22-25); a vontade de Deus é geral e específica, a vontade específica só pode ser encontrada por aquele que está vivendo a vontade geral de Deus; a vontade de Deus só pode ser descoberta quando você leva Jesus a cada área de sua vida, isto é dedicação total; a vontade de Deus só pode ser encontrada quando você está desejando aceitar aquilo que o Senhor tem para sua vida.
Algumas luzes para confirmação da vontade de Deus:
O Espírito Santo em sua vida; as circunstâncias em sua vida; a liderança sobre nós no Senhor; a Palavra de Deus; a Paz interior; as portas abertas e fechadas; a consagração de sua vida; os talentos e habilidades que você tem para fazer determinadas coisas. Isto são somente luzes indicativas, como as luzes no aeroporto que estão ali para determinar o caminho pelo qual o avião deve pousar em segurança. Esta também são luzes indicativas para que você e eu possamos caminhar na vontade de Deus com segurança.

14 de fev de 2011

EFÉSIOS 4:15,16

Neste momento histórico em que estamos vivendo há muitas vozes sobre o crescimento da Igreja com muitas regras e soluções até mágicas, pois a moda agora são as megas igrejas e todos desejamos que a igreja cresça e muitas vezes usamos esses métodos humanos e esquecemos que o método que dá certo, que funciona está estabelecido pelas Escrituras. O texto de nosso título é muito significativo, pois deixa claro como se dá o crescimento da Igreja. Para que um corpo possa se desenvolver ele precisa ser sadio ou seja, não ter nada que impeça o seu crescimento, nenhum órgão com defeito ou com algum tipo de problema, esse corpo deve ser sadio, para que possa ter o crescimento que procede de Deus, conforme Colossenses 2:19, isto quer dizer que o corpo pode crescer de outra forma, mas será um crescimento incorreto. Vamos atentar como é o corpo saudável segundo o texto de Efésios. Bem ajustado e consolidado pelo auxilio de toda junta, o que isto quer dizer? Quer dizer que todos nós devemos estar bem colocados no corpo ou seja, sabermos qual a minha função no corpo isto me deixa bem ajustado, eu sei o que sou no corpo ou na Igreja, consolidado quer dizer estar bem firme e essa firmeza só vem pelo auxilio de toda a junta, não como me tornar firme no Senhor sem o auxilio de toda a junta, toda junta aqui são todos os irmãos que estão ao meu lado. Como entendo isso? Entendemos que quando nos convertemos nascemos no Reino de Deus e pelo batismo somos colocados na família de Deus, somos bebes e como bebes precisamos que alguém nos ajude na nossa caminhada e a pessoa que Deus coloca ao teu lado para te ajudar junto com os outros que estão sendo ajudados é exatamente essa experiência que é o “bem ajustado e consolidado pelo auxilio de toda junta. Vamos a outra parte do texto “segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor. Isto nada mais é do que cada parte do corpo “bem ajustado e consolidado”, cada parte desse corpo fazendo a sua parte faz o corpo crescer, o combustível é o amor. Para entendermos melhor vamos dar uma olhada em I Corintios 12 os versos 1 ao 11 falam exatamente da nossa posição no corpo, a posição no corpo são os dons que Deus me tem dado para edificar a igreja e os membros em particular. Os versos 12 a 31, falam desse “bem ajustado e consolidado”, esse texto deixa claro que no corpo não pode haver inveja, ciúmes, pois isto acarreta um enfraquecimento das juntas e o corpo não fica bem ajustado, por isso é que enfatiza nos versos 18-20. Ele ainda vai dar uma evidência as parte mais fracas e menos nobres ele diz que devemos dar uma honra maior e uma honra especial, para não haver divisões na igreja, e nos ordena a cooperar com igual cuidado uns dos outros. Por estes textos bíblicos fica muito claro que na Igreja não há desocupados e nem que ande sozinho, todos devemos estar debaixo de autoridade e prestar contas de sua a essa autoridade. Por exemplo: Se B está sendo ajudado (discipulado) por A como se fosse um pai ao filho, certamente A quererá saber o que está acontecendo e irá de uma certa forma entrar na vida íntima e pessoal de B, e B se realmente estiver com um coração disposta a ser conformado a imagem de Jesus desejará que A venha lhe perguntar e ajudar nessa conformidade.
Isto é um divisor em nossa vida, pois isto é a vontade de Deus para nós, será que temos entendido isto e estamos vivendo assim, se não devemos buscar no Senhor e nos colocar debaixo de autoridade.

4 de fev de 2011

O ENSINO DA COBERTURA

A Bíblia nos fala que nos últimos tempos viriam tempos trabalhosos (II Timóteo 3:1), mas, que também haveria um derramar do Espírito Santo. Nós temos presenciado esses dois fatos pelos acontecimentos que tem ocorrido no século 20 e no início desse século. A Bíblia traz também um ensino que não está muito explicito, mas, que aparece muitas vezes e o leitor ou estudante da bíblia desatento não percebe, mas, que é de grande importância sobre a grande comissão do Senhor Jesus que é fazer discípulos. O Ensino da Cobertura, isto é de vital importância para nós que estamos vivendo os últimos dias.
Para iniciarmos esse ensino precisamos entender o que é cobertura e vamos iniciar com a definição da palavra “cobertura”. Em nosso português o significado de cobertura é: o que serve para cobrir. Partindo desse significado quase nada nos acrescenta, mas como o velho testamento foi escrito em hebraico, necessitamos buscar o significado neste idioma, portanto existem 11 diferentes palavras no hebraico que são traduzidas como “cobertura”. Essas palavras tem um significado muito aproximado e podem ser condensadas em dois aspectos principais:
Limpar, lavar; o homem necessita do sangue para limpá-lo do pecado.
Uma cobertura de proteção; o homem necessita de uma cobertura de proteção sobre sua vida, contra o inimigo. “Gên. 3:7).
Há também um significado no hebraico de: construir um tapume ou uma cerca para proteger e guardar aquilo que é valioso e amado.
Três motivos porque necessitamos de Cobertura
- Porque estamos vivendo uma época de problemas. Daniel 12:1 – fala de um tempo de angustia que no hebraico traz um sentido de: tensão, o oponente comprimindo de modo a causar dor e desespero. Salmo 9:9; 46:1- angustia do latim angosto = aperto, estreiteza.
- Porque Estamos vivendo um tempo de tempestades espirituais – Mateus 7:24-27; 14:22-24.
Três tipos de tormentas:
Nós trazemos sobre nós – pela quebra de princípios;
Deus as traz – Tiago 1:2-4,12 – Teste para produzir maturidade;
Satanás as traz – para nos destruir
- Porque estamos vivendo um tempo de engano – II Timóteo 3:13; II Tessalonicenses 2:10-12; I João 4:1-6 – Engano no grego traz o sentido de: ser seduzido por um espírito de erro.
Tipos de Cobertura no Antigo Testamento
O Tabernáculo de Moises – Números 9:15-16;
A Arca da Aliança - Êxodo 25:20;
As coisas santas do tabernáculo, o sacerdote do tabernáculo.
No Novo Testamento
Casa (Família) – I Corintios 11:3; Efésios 5:21-25; o pai ou marido é a cobertura da família, se ele não estiver na posição certa e fazendo a coisa certa a família fica a descoberto. Este é o grande motivo de termos hoje uma juventude sem um modelo como base. Muitos pais estão simplismente vivendo a sua vida sem no entanto se importar com seus filhos. Maridos que não amam suas esposas como Cristo amou a Igreja.
Igreja – Efésios 4:11-14; Hebreus 13:7,17 - Os pastores são a cobertura da Igreja, pastores que não pastoreiam suas ovelhas demonstram que não são pastores verdadeiros, este é um motivo porque o testemunho hoje dos cristãos ou evangélicos como é a moda vivem vidas sem sentido e sem rumo com Deus, não sabem para que foram salvos.
Ilustrando o Ensino da Cobertura
A mulher no jardim do Édem – Gên. 2:15-17; 3:1-15,a cobertura de Eva era Adão, mas no momento mais crucial Adão não fez a coisa certa, deixando Eva a sua própria conta e sem cobertura o inimigo não teve nenhum problema para desvia-los do propósito que Deus tinha para Eles.
A celebração da Páscoa - Êxodo 12:3-30 - Aqui o sangue do cordeiro foi cobertura contra o anjo da morte.
As cidades de Refúgio – Número 35:11 – um lugar de proteção, cobertura, fortaleza contra o inimigo.
Atitudes contra as quais devemos nos cuidar
Atitude de orgulho – Provérbios 6:17;
Atitude de simplicidade – Provérbios 14:15;
Atitude de independência – Provérbios 28:26;
Atitude de dureza de coração – I Corintios 3:19,10;
Atitude de rebelião – Jeremias 5:23;
Atitude de impureza moral – Romanos 1:18-32
Por este motivo que no velho testamento Deus repete uma palavra de grande significado quando, diz em: Jeremias 1:12 – eu velo sobre a minha palavra para a cumprir.
Velar – vem de véu = cobertura.
Agora partindo desse ensino você tem uma cobertura sobre a tua vida, se não você precisa se cobrir, essa cobertura é uma autoridade espiritual que te cobre, é alguém a quem você deve prestar contas do modo como vive seu cristianismo, numa linguagem mais atual o seu discipulador.

PARCEIROS

Www.Goocrente.Com - Acesse o Maior Pesquisador Cristão da Atualidade! Milhares de Sites Evangélicos, Estudos Bíblicos, Variedades, Cifras, Pastores, Igrejas, Eventos, Portais, Revistas, Rádios e muito mais.


Busca na web
Aonde.com - outros serviços: Download, Jogos e BuscaUrl
Cadecristo.com.br - Portal GOSPEL do Brasil - Pesquisa e busca 
evangélica - Jesus Cristo através da Internet

REDE SOCIAIS

União de Blogueiros Evangélicos
Uêba - Os Melhores Links

ARTIGOS E TEXTOS

O ARTIGO - Publique seus artigos de graça para milhares de leitores!

PROPAGANDA

 Carteiro Xpress
 Envie e-mails com
 facilidade e segurança.

  © Blogger templates Inspiration by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP