Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

BEM VINDOS!

É imensa satisfação receber sua visita a este blog. Meu desejo é que os artigos postado possam edificar, consolar sua vida. Caso algum artigo lhe seja útil e queira usar fique a vontade para isso, pois tudo é feito para Honra e Glória do Senhor Jesus Cristo. Um pedido quero fazer, se você foi edificado, consolado indique este blog ao seu círculo de relacionamento. Minha oração ao Pai do Senhor Jesus Cristo é que Ele lhe abençoe imensamente, com todo sorte de Bençãos espirituais nos lugares celestiais.

Para Meditar

Em seu Emaill!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

TRANSLATE

Pesquisar este blog

25 de out de 2008

COMO JESUS EDIFICA A SUA IGREJA


MATEUS 16:18

[....] eu edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

A Grande pergunta que se faz é : Como Jesus edifica a sua Igreja?

A afirmação de Jesus é que Ele edificaria a sua Igreja e as portas do inferno não iriam prevalecer. A edificação da Igreja não cabe a homem algum, é um trabalho exclusivo do Senhor. Nessa edificação Ele necessita de pedras para sua edificação, assim como no Velho Testamento para edificar o Templo havia a necessidade de pedras, assim também hoje há necessidade de pedras, só que agora são pedras vivas, a Igreja é edificada com pessoas. Vejamos como é que foram conseguidas as pedras para o Templo na época de Salomão:
I Reis 6:7 – a característica aqui das pedras era que elas já vinham da pedreira pronta para edificação, na construção do Templo não se ouvia o barulho de martelo, nem de instrumento algum de ferro. As pedras eram tiradas da pedreira e a característica da pedreira é ser uma montanha feita exclusivamente de Rocha, é um mássico rochoso, esse local é também chamado de mina de pedras.Na declaração de Pedro em Mateus 16.18, sobre quem era o Filho do Homem, o Senhor Jesus Cristo disse: Tu és Pedro (petros) e sobre esta pedra (petra) edificarei a minha Igreja....] é importante entendermos que petros no grego significa “uma lasca da pedra” e petra significa “mássico rochoso ou montanha de rocha”. É desse mássico rochoso que são extraídas as pedras para a Edificação da Igreja. Na edificação da Igreja não pode haver barulho de instrumento algum, pois as pedras são cortadas e lapidas na pedreira. Agora podemos responder a pergunta feita no início e a resposta é: Jesus edifica a sua Igreja quando Ele trabalha nas Pedras. Quando o Senhor Jesus Cristo foi crucificado ali nos fomos formados conforme afirmação em I Pedro 2:4,5 e Isaias 51.1, de acordo com essa afirmação devemos olhar para a rocha da qual fomos extraídos isso está de acordo com Hebreus 12.2, Jesus é a rocha para a qual devemos fixar nossos olhos, pois somente nEle somos nova criação (II Co. 5.17). Quando as rochas são colocadas nos seus devidos lugares a função delas como Templo é de oferecer sacrifícios espirituais. Se não estivermos com nossos olhos fixos em Cristo e não o deixarmos trabalhar em nossas vidas, não poderemos estar bem ajustado e consolidado, para efetuar o aumento como diz em Efésios 4.16, é impossível haver um trabalhar de cada parte se essas partes não estão esculpidas, lapidadas. Deixemos o nosso escultor Jesus Cristo nos preparar para a edificação da Igreja.
Resumindo: Quando somos cortados e lapidados por Cristo, estamos edificando a Igreja. A Igreja só é edificado com pedras cortadas e lapidadas.

Uma outra pergunta que se faz é: Se as portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja, como é que vemos a Igreja com tantos problemas?

Para respondermos isso precisamos entender algumas palavras.
Portas do Inferno o que isso significa? No Velho Testamento as portas tinham uma função muito clara como vemos em Deuteronomio 21.19; 22:15; Rute 4.1 –era na Porta que se resolvia todas as questões, entendemos que porta fala de autoridade e poder, quando Jesus fala das portas do inferno, Ele está falando da autoridade e poder do inferno que foram derrotados por Jesus Cristo na Cruz – João 8.36; Colossenses 1.13; 2.15. Por este ato as portas do inferno, não tem autoridade e poder e por isso não prevelecerão.

Outra palavra para entendermos é prevalecer. Prevalecer significa segundo o dicionário – levar vantagem, predominar, valer-se, aproveitar-se. Ato contínuo de vencer e continuar vencendo.
Muitas vezes as portas do inferno nos atacam e nos vencem, há em nós um aliado delas que a nossa carne (alma e corpo) como diz em Gálatas 5.17, mas em uma coisa podemos confiar, não vai continuar vencendo. Temos o Espírito Santo de Deus habitando em nós e por esse Espírito vencemos as portas do inferno – Gálatas 5.16,18, 24,25. Todas as pedras cortadas e lapidas por Cristo as portas do inferno não prevalecerão. Essas pedras trabalhadas por Cristo estão firmadas no grande mássico rochoso – Atos 20.32; Ef. 2.20.
Que todos nós possamos de bom grado assim como Cristo se ofereceu como ovelha ao matadouro, deixemo-nos cortar e esculpir pelo Espírito Santo que em nós habita.

20 de out de 2008

ÓCULOS DIVINO


II Corintios 5:16 – Assim que, nós, daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne; e se antes conhecimento Cristo segundo a carne, já agora não o conhecemos deste modo. Neste versículo o Apostolo Paulo está falando em uma forma de olhar segundo a ótica de Deus e não dos homens, pois os homens olham o exterior, Deus olha o coração.Partindo para uma coisa prática deste versículo podemos dizer que a exortação é para olharmos os outros (irmãos em Cristo, e os homens em geral) com a perspectiva da esperança. Nisto a Palavra de Deus é muito Clara quando diz:
Mateus 15.4 – O Senhor Jesus manda honrar pai e mãe, não somente os convertidos;
Romanos 12.10 - amar uns aos outros, preferir em honra;
I Corintios 12.23 – aqueles que parecem menos digno, damos mais honra;
Filipenses 1:6 – Deus começou a boa obra e vai aperfeiçoa-la;
Efésios 5.21 – sujeição uns aos outros;
I Timoteo 5.3 – honrar as viúvas;
I Timoteo 6.1 - servos (empregados) honra o patrão;
I Pedro 2.17 - tratar a todos com honra, etc;
I Pedro 3.7 – honra a mulher.

Somente podemos agir assim quando nossos olhos não olharem os outros com olhos humanos e sim com os olhos de Deus. Isto de uma forma bem simples é agir como Deus age, ou seja, não olhar os defeitos dos irmãos, pois todos nós temos defeitos, não lançar em rosto pecados confessados e perdoados, não criticar, buscar empatia ou seja entender o outro, se colocar no lugar do outro, isto só podemos fazer se colocarmos os óculos divinos e olharmos por eles.

Seja para nós este versículo de muita preciosidade e se buscarmos no Senhor Jesus Cristo poderemos não mais conhecer segundo a carne, pois todos nós estamos colocado no versículo 17 de II Corintios 5, somos nova criatura e como olharemos para o outro segundo a carne ou a velha criatura?

17 de out de 2008

FONTE INESGOTÁVEL


II Corintios 5:17 – Se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas já passaram e tudo se fez novo. Este texto é tremendamente significativo para nossa vida diária. Precisamos entender com mais luz e profundidade o que Deus Pai está querendo nos comunicar aqui. Para isso vamos observar algumas coisas.
Este versículo está mostrando um lugar onde eu devo estar. Qual o lugar? Cristo. O Salmo 91.1 – Cristo se torna para mim esconderijo do altíssimo é a sombra do onipotente, posso dizer: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu em quem confio. Este lugar fala da Obra de Cristo na Cruz. O que ele veio fazer: veio me Salvar, veio me justificar, veio me regenerar, veio trazer uma renovação espiritual. Romanos 5:12-21 – fala dessa obra redentora do Senhor Jesus Cristo – o lugar de descanso, o meu sábado, onde não há obra, onde tudo está consumado. Aleluia!
Nesse Lugar maravilhoso acontecem duas coisas importantes:
Me torno nova Criatura, tudo é feito novo, agora coisas novas fazem parte de mim. Sou novo homem, recebo de Deus um novo coração, um coração de carne (Ezequiel 11:19). A imagem divina começa a fazer parte de mim. Esta imagem fala de caráter transformado, temos alguns exemplos:Pedro – pescador (Mat.26.74), transformado cuja própria sombra cura (Atos 5.15). Saulo, perseguidor (Atos 9.1), transforma-se no terno apostolo (Atos 21.13). Assim temos outros: o endemoninhado gadareno, João – filho do trovão, o carcereiro filipense.
As coisas antigas já passaram. As coisas velhas deixam de existir (Rom. 6. 4-8; Efésios 4.22; Col. 3. 8, 9).
O Senhor Jesus Cristo é o último Adão, Ele é espírito vivificante, Ele é o segundo homem que é do céu, que traz a natureza divina e comunica essa natureza a mim. Por causa desse segundo rhomem, sou feito nova criatura (I Corintios 15.45-49). Ele é a ponte que me liga ao céu, é a escada de Jacó (Gen. 28.10-12 com João 1.51). Isto é maravilhoso, por isso não salvação em nenhum outro (Atos 4.12). Jesus Cristo torna-se para mim fonte inesgotável, que sacia a minha sede eternamente (João 4.14).

Isto que nos está sendo revelado neste momento, deve ser para nós coisa maravilhosa. E agora de posse dessa revelação que farei com esta revelação? Que tipo de vida levarei de agora em diante? Devemos considerar isto, para hoje e para o futuro. A vida Cristã que você está levando, está enquadrada dentro desta revelação de II Corintios 5.17? Se alguma coisa não está de acordo, agora é o momento de colocar em ordem. Neste momento não podemos esquecer de Apocalipse 2.5 – lembra donde caíste e conserta

13 de out de 2008

O QUE NOS MOVE


Isaias 32.1-3
Eis que reinará um rei com justiça, e dominarão os príncipes segundo o juízo.
E será aquele homem como um esconderijo contra o vento, e um refúgio contra a tempestade, como ribeiros de águas em lugares secos, e como a sombra de uma grande rocha em terra sedenta.
E os olhos dos que vêem não olharão para trás; e os ouvidos dos que ouvem estarão atentos.

Este texto fala de um Rei justo e a na sua justiça esse Rei é comparado a um esconderijo, refúgio, sombra, ou seja, uma proteção ou um protetor. Aqui o profeta está falando do Futuro quando esse Rei reinaria e esse Rei é para nós hoje Jesus Cristo – Salmo 2.6, Isaias 11.1-10, Hebreus 1.5-13. Porque o profeta traz essa profecia, qual seria o objetivo da mensagem?
Precisamos voltar nossos olhos para o capítulo 31.1 – Ai dos que descem ao Egito a buscar socorro, e se estribam em cavalos, e tem confiança em carros, porque são muitos, e nos cavaleiros, porque são poderosíssimos; e não atentam para o Santo de Israel, e não buscam ao Senhor. Por este versículo podemos ver que o objetivo da mensagem era uma confiança em Deus e não em homens (vs.3). Quantas vezes nós que vivemos já com a obra desse Rei realizada (quando na cruz morreu por mim e por você) ainda pomos nossa confiança naquilo que é visível e nos esquecemos desse Rei tremendo e maravilhoso. Vamos buscar no Egito (mundo) a solução para os nossos problemas, sendo que Deus é grandíssimo em benevolência e cada um de nós, o temos provado. Neste tempo do Fim Deus está nos chamando novamente para uma confiança nEle. A Palavra de Deus nos exorta a termos uma Fé autentica nEle (Salmo 37.3,5; 118.8; Prov.3.5; Isaias 26.4).Essa confiança ou Fé é um Dom de Deus –Rom. 12.3; Ef. 2.8; 6.23; Fil. 1.29. E Esse dom é dado pelo Rei de Justiça ou seja o nosso Senhor Jesus Cristo e, se é um dom não vem de nós, é recebido e existe um autor e esse autor é o próprio Senhor Jesus Cristo Heb. 12.2. A nós que estamos ouvindo essa palavra o Espírito do Senhor já está te acrescentado Fé porque a Fé entra em nós por uma coisa bem simples, ouvir e ouvir algo específico, Rom.10.17.

Não te esforce para ter Fé, ouça a Palavra de Deus e aja por ela. A Fé é um Dom de Deus e a cada dia que você ouve a Palavra de Deus você está tendo a oportunidade de crescer em Fé. Quando vem as dificuldades é o momento de confiar naquela Palavra que ouviste do Senhor e esperar nEle.

10 de out de 2008

O QUE É IGREJA?


O QUE É IGREJA, AFINAL?


Através dos séculos o entendimento do que é a Igreja acabou por deixar como ênfase sobre a Igreja os prédios em que a Igreja se reunia. Esses locais acabaram por se tornar a Igreja e, isso passou por tradição para nós, por este motivo ouvimos por aí frase como essas: hoje vou à Igreja; a nossa Igreja é muito linda; venha para a nossa Igreja; a nossa Igreja é a certa, e tantas outras como essas, deixando bem claro que quem fala isso não sabe o que é Igreja.
Quando o Senhor Jesus Cristo usou a palavra Eclésia (grego) que traduzida para o nosso português é Igreja. Essa palavra Eclésia em seu sentido etimológico quer dizer “os tirados para fora”. A Obra ou a Missão do Senhor Jesus Cristo é Salvar os homens dos seus pecados e tira-los de debaixo do Jugo de satanás e transportá-los para o seu Reino (Colossenses 1:13,14). Ora, se saímos de um reino e entramos em outro, temos nessa ação a Eclesia, a Igreja. Agora podemos entender melhor o que é Igreja. Partindo desse entendimento excluímos como Igreja o prédio e as frases acima. A Igreja é a reunião de todos os que foram salvos por Jesus Cristo e tirados do mundo, pois o mundo está debaixo do jugo de Satanás ou do Maligno ( 1 João 5:19). Essa reunião da Eclésia é também chamada de: Edifício de Deus, Templo de Deus; Casa do Deus Vivo, e cada um dos que fazem parte desta Eclésia (Igreja) é chamado de pedras vivas (1 Pedro 2:5). Se somos pedras vivas, deveremos ser colocados de forma a termos uma construção espiritual, todas as construções devem ter um fundamento, na construção da casa espiritual tem também um fundamento e esse fundamento é uma pedra essa pedra é uma revelação (Mateus 16:16 e 18) e essa revelação é: Quem é Jesus. Não existe Igreja sem essa revelação.

QUANTAS IGREJAS EXISTEM?

Segundo a declaração do próprio Senhor Jesus em Mateus 16:18 – Ele disse que edificaria a sua Igreja e não Igrejas. Diante DEle existe somente uma Igreja, a Igreja.
Por estarmos vivendo nesta terra e ainda sermos temporais, o Senhor Jesus nos permite classificar a Igreja por sua localização, conforme temos registro em Apocalipse 1:11. As Cartas contidas no Novo Testamento, principalmente as do Apóstolo Paulo identifica a Igreja pela cidade em que está. Por isso temos as Cartas: Aos Romanos (1:7); Aos Corintios (1 Corintios 1:2); Aos Gálatas (a Galácia era uma região onde havia muitas cidades e por isso muitas igrejas – Gal.1:2); Aos Efésios; Aos Filipenses; Aos Tessalonicenses. Entendendo isso podemos dizer que hoje identificamos a Igreja pelo Pais, Estado e Cidades onde a Igreja está presente. Por Exemplo: Se um dos Apóstolos do Novo Testamente escrevesse uma carta hoje para a Igreja Brasileira, essa carta deveria ser lida em todas as cidades do Brasil em que a Igreja está presente, não importando a denominação que cada uma professa. Esse denominacionalismo que temos em nossos dias provavelmente deixaria os apóstolos do Novo Testamento, como Paulo, João, Pedro muito confuso e provavelmente não saberiam identificar a qual das Igreja eles fariam parte.

UMA ARTIMANHA DO INIMIGO

Creio que o denominacionalismo tem sido muito útil para o inimigo de Deus e consequentemente nosso também, para dividir a Igreja do Senhor Jesus Cristo. Cada Igreja levanta uma bandeira do irmão que Deus usou para trazer um novo entendimento sobre algum aspecto da Palavra de Deus. Infelizmente os que vieram após ele estabeleceram aquele entendimento como verdade única e criaram uma cerca ao seu redor e, se fecharam para novos entendimentos (revelação) que Deus queria dar a Igreja e assim começou um circulo vicioso que hoje é conhecido como denominaciolismo e assim a Igreja está divida. Durante os séculos em que a história da Igreja foi escrita vemos isso muito claramente ali relatado. Quem sai ganhando é nosso inimigo, ainda que pareça que temos vantagem sobre ele. Isso é uma verdade tão grande que foi um dos assuntos que o Apóstolo Paulo tratou fortemente na Igreja de Corinto (1 Corintios 1:10-17) essa exortação teve um resultado ali em Corinto mas, que se repetiu nos séculos posteriores. Hoje vivemos essa divisão.
Creio que o Senhor Jesus Cristo fará algo, para que o denominacionalismo caia por terra e, que venhamos a viver a Unidade da Igreja e, não um Ecumenismo Evangélico. Não é porque nos suportamos e evitamos falar de algum tema polemico que estejamos vivendo a unidade. A unidade vai muito além disso, pois é algo sobrenatural, é feito pelo Espírito de Deus, é quando o Amor e não regras ou algo estabelecido nos une. O Amor conforme I Corintio 13 é:
Paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, Não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não Procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais acaba.
Quem está disposto a não ter ciúmes quando o outro é exaltado?
Quem está disposto a se vestir e se portar de tal forma para não ferir o outro?
Quem está disposto a preferir o outro em honra, a buscar o interesse do outro?

Quem sabe os membros das diversas denominações até estariam ou estão agindo assim, e os líderes, os Pastores, os Apóstolos terão essa mesma disposição, vendo o Pastor ou Apostolo do Ministério Tal sendo promovido em eventos ou na mídia? Não ardemos em ciúmes, não preferimos os nossos interesses. Será que no nosso coração não estamos agindo como Arão e Mirian achando que assim como Deus usa o Pastor ou Apóstolo Tal pode me usar também?
Não está o nosso coração cheio de Egoísmo.
São essas coisas que fazem a diferença quando falamos de Unidade. No Ecumenismo temos um relacionamento que até parece uma Unidade mas que em verdade não o é; pois não é o Amor que une e sim preceitos, acordos e a tentativa de criar pontos em comum doutrinários.
Quando realmente o Amor de Deus (aquele Amor que Dá, como Deus deu o seu único Filho por nós – João 3:16) estiver abundante em nossos corações, estaremos caminhando para a verdadeira Unidade.

A VERDADE

A verdade sobre esse Amor de Deus é que está em nós ( se você tem o Espírito Santo - Romanos 5:5) falta-nos simplesmente nos dispor a crer nisso e vivermos esse amor. Para viver esse Amor é nos necessário “negar a nós mesmo e tomarmos a cruz a cada dia”. Essa atitude parte da nossa vontade e desejo da Unidade da Igreja.
Se você deseja ver a UNIDADE DA IGREJA, junte-se a mim em oração e buscando a comunhão com irmãos que está na cidade em que vives. Simplesmente AME OS IRMÃOS.

9 de out de 2008

PROSPERIDADE







O Tema Prosperidade tem sido ensinado de uma forma muito diferente do que a Palavra de Deus nos ensina, pois tem sido enfatizado mais o dar e que devemos pedir, determinar, ordenar e Deus nos dará. Mas a Palavra de Deus é muito clara quando Deus promete alguma benção seja ela material ou espiritual está sempre condicionada a algo, isto quer dizer, que não receberemos nada de Deus se não cumprirmos a condição para cada benção. Dizer que Deus dá não importando como estamos em relação a sua Palavra, é estar correndo o risco de pronunciar uma heresia. Vamos olhar Deuteronômio 11:26,27 - Prestem atenção! Hoje estou pondo diante de vocês a bênção e a maldição,
Vocês terão bênção, se obedecerem aos mandamentos do SENHOR, o seu Deus, que hoje lhes estou dando, aqui a condição para a benção é obedecer os mandamentos. Vejamos outro: Josué 1.8 - Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido, neste versículo a condição é meditar e cumprir, então prosperaras.
O que o nosso Senhor Jesus tem a dizer sobre essa questão de condições para receber algo? Vejamos no evangelho de João 5:9 - Jesus lhes deu esta resposta: Eu lhes digo verdadeiramente que o Filho não pode fazer nada de si mesmo; só pode fazer o que vê o Pai fazer, porque o que o Pai faz o Filho também faz, aqui há uma afirmação de que o nosso Senhor só pode fazer o que vê o Pai fazer, então o nosso Senhor impos uma condição quando disse em Mateus 16:24 - Então Jesus disse aos seus discípulos: Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me, a condição aqui inicia primeiramente em querer e seguir e após negar-se e tomar a cruz. É importante notar que a Palavra de Deus está recheada de promessas mas para podermos nos apropriar dessas promessas sempre precisamos cumprir uma condição.
Sobre esse assunto (Prosperidade) é importante notarmos e entendermos duas coisas:
1 - A Soberania de Deus - Deus é soberano sobre nossas vidas , I Crônicas 29.12 - A riqueza e a honra vêm de ti;tu dominas sobre todas as coisas.Nas tuas mãos estão a força e o poder para exaltar e dar força a todos, Romanos 8.28 - Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam,g dos que foram chamados de acordo com o seu propósito, essa soberania é evidenciada sobre nós através da vontade de Deus e essa vontade é boa, agradável e perfeita - Romanos 12.2 - Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus e, para podermos conhecer essa vontade existe também uma condição que é não nos amoldarmos (conformamos) e transformar-nos, então conheceremos e entenderemos sobre soberania de Deus, porque nem tudo o que eu quero é o que preciso, por isso precisamos enteder o nosso segundo ponto.
2 - A Oniciência de Deus - O nosso Deus conhece todas as coisas e todas as nossas necessidades e como Ele está num plano alto, mais alto que o nosso, pois Ele diz que : Que os caminhos DEle são mais altos do que os nossos caminhos, e os Seus pensamentos mais altos do que os nosso pensamentos - Isaias 55.8,9, em Provérbios 21.2 - Todos os caminhos do homem lhe parecem justos, mas o Senhor pesa o coração, somente esses textos já nos são suficientes para podermos entender que nós não sabemos o que é bom para nós e se o Senhor nos negar qualquer desejo nosso precisamos ver que Ele sabe muito melhor do que nós o que nos é bom e necessário. Ainda sobre a Oniciência de Deus meditemos neste textos mais - Salmo 139.1-4; Romanos 8.27), muito ainda poderiamos falar sobre isso, mas quem sabe num momento próximo Deus permitirá entrar nesse assunto. De posse de tudo o que vimos acima podemos agora então falar sobre Prosperidade. A Prosperidade é uma faca de dois gumes, assim como ela pode ser uma benção, ela também pode se tornar uma maldição. Não digo isso por causa de Deus e sim por causa da natureza humana. É neste aspecto que entra a Soberania e a Oniciência de Deus.
A Palavra de Deus nos dá uma base segura para recebermos de Deus prosperidade? Sim, Josué 1.8 - Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido, este verso fala uma verdade que é um princípio pelo qual Deus nos abençoa e nos faz Prosperar. O princípio é OBEDIÊNCIA. Você quer Prosperar espirituale materialmente ou seja ter revelação da Palavra de Deus, entendimento ou dinheiro, bens? Obedeça ao Senhor.
O que será que nosso Senhor Jesus Cristo tem a dizer sobre isso! Em João 15.4,7 - Jesus apresenta a Obediência de forma diferente - Ele usa a Palavra Permanecer. Porque? Primeiro todas quantas promessas existem de Deus no Velho Testamento se cumprem em Jesus (Galatas 3.24). Segundo neste texto o Senhor está falando para discípulos ou seja para seus seguidores (pessoas que estão andando com Ele) e se estamos andando com Jesus obviamente deveremos permanecer NEle. No verso sete de João 15 diz que se permanecermos NEle e as suas palavras estiverem em nós, peça qualquer coisa e será feito. Essa atitude abre as portas para a Prosperidade, necessariamente precisamos cumprir a condição. Vamos colocar uma lente de aumento nessa palavra Permanecer e vamos analisar.
No Dicionário Português - explica como continuar a ser ou ficar, conservar-se. Ainda Persistir, perseverar.
No Grego essa palavra é meinte (meno) quer dizer - fico, duro, permaneço, habito, hospedo-me. No grego dá um sentido de estar fincado ou plantado.
Então quando Jesus diz: Se permanecerdes em mim, Ele aqui está dizendo: Se voce estiver plantado em mim, se você estiver fincado em mim.
De posse disso vem-me a pergunta: Como eu sei se permaneço NEle?
A resposta encontra-se em Romanos 6.16 - Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos, tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva à morte, ou da obediência que leva à justiça. A quem você está servindo ou obedecendo? Você está fazendo a vontade de quem? Quando recebemos a Cristo em nossos corações estamos dizendo que Ele é o Senhor, o meu Dono, por isso chamamos de Senhor Jesus. Quando estamos tocando a nossa vida diária nós é que somos o nosso Deus. Buscamos aquilo que nos agrada. Isso fica claro quando é anunciado: Amanhã teremos um encontro para estudarmos a Palavra de Deus, então aparece uma noutra coisa que nos agrada mais, talvez seja, um divertimento, ou quem sabe a oportunidade de ganho; aí trocamos esse encontro por aquilo que me agrada. Quem é o Senhor - Jesus ou Eu. Essas e outras atitudes nos levam a tornar-nos inimigos da cruz de Cristo. Em Filipenses 3. 17-19 - Irmãos, sigam unidos o meu exemplo e observem os que vivem de acordo com o padrão que lhes apresentamos, pois, como já lhes disse repetidas vezes, e agora repito com lágrimas, há muitos que vivem como inimigos da cruz de Cristo, o destino deles é a perdição, o seu deus é o estômago e eles têm orgulho do que é vergonhoso; só pensam nas coisas terrenas, isso fala de carnalidade (João 6.26,27) de mundanismo (Lucas 21.34).
O que é ser inimigo da cruz de Cristo? Para sabermos o que ser inimigo da Cruz de Cristo precisamos saber o que a cruz nos dá:
Efésios 2.16 - por essa cruz somos Reconciliados com Deus;
Colossenses 1.20 - por essa cruz recebemos a Paz com Deus;
Colossenses 2.14 - por essa cruz ficamos livres das ordenanças.
Porque nos tornamos isso?
Quando Josué se despede no capítulo 24, nesse capítulo Ele busca a renovação da Aliança do povo com Deus e no verso 15 ele diz: Eu e a minha casa serviremos ao Senhor.
E nós o que diremos?

4 de out de 2008

COM QUE NOS VESTIREMOS?


Uma das grandes preocupações do ser humano nestes dias do fim (dias que vivemos) refere-se quanto a vestimentas, por vestimentas entendemos não somente a roupa para o corpo como habitação para vestirmos nossa família. Esta é questão que sobreveio ao homem com o pecado, antes do pecado o homem não tinha este tipo de preocupação.
Em Gênesis 3: 6,7 - E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
Através do texto de Gênesis vemos que após o pecado esta foi sua primeira preocupação na tentativa de esconder seu erro, pois o pecado nos mostra o erro e nos acusa, por isso os olhos de Eva e Adão abriu-se e puderam ver sua nudez, a vestimenta que ambos fizeram não durou muito, porque o material com que fizeram tem pouca duração, assim está registrado no verso 21 do capítulo 3 de Gênesis que fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu o material com que Deus fez a roupa para Adão e sua mulher tem maior duração. Assim vestíamos quando andávamos nos desejos da carne e dos pensamentos. Vejamos alguns tipos de vestimentas de folhas com que nos vestíamos:
· Vestes Sujas – Zacarias 3:1-4;
· Vestes de Violência – Salmo 73:6;
· Veste de Iniqüidade e violência – Isaias 59:6;
· Vestes comidas de traça – Tiago 5:2;
· Vestes de maldição – Salmo 109:8.

Assim como em Gênesis, Deus fez para nos vestimentas para nos vestirmos enquanto estivermos andando neste mundo (estamos no mundo, mas não somos do mundo):

· Vestes de Justiça – Jô 29:14.; Isaias 61:10;
· Finos trajes – Zacarias 3:4;
· Roupagens Formosas – Isaias 52:1;
· Vestes de Louvor – Isaias 61:3.

Essas vestes, tanto a adâmica quando a nova em Cristo, falam de nossas Obras (atitudes, procedimento) – Mateus 7:16; Romanos 6:22.
De que forma podemos saber com que veste estamos nos vestindo? O Senhor Jesus Cristo deixou isso muito clara e este discernimento serve tanto para nós quanto para os outros – Mateus 7:20.
O Senhor preparou também para nós um calçado, para não andarmos descalço, como andam os gentios nos desejos da carne fazendo a vontade da carne e dos pensamentos.
· Calçado – Isaias 52:7; Efésios 6:15

O Nosso Deus é tão tremendo que preparou para nós uma Nova Roupa para nos vestirmos quando tivermos o nosso corpo transformado (ressurreição), quando da ressurreição não precisaremos mais dos sapatos, somente de uma roupa nova.

· Nossa veste na ressurreição – Apocalipse 3:5,18; 7:9.

Que todos nós que tomamos o nome do Senhor sobre nossas cabeças, possamos estar nos vestindo das vestes que Deus tem nos preparado para nos vestirmos neste mundo, e então nos vestiremos com as vestes da Ressurreição no novo corpo espiritual.

3 de out de 2008

IMITANDO CRISTO


Em Romanos 10:9,10 – diz que se confessarmos a Cristo como Senhor e no coração crê seremos salvos. O Confessar a Cristo como Senhor está dizendo que estamos nos colocando debaixo de sua Autoridade, somente aquele que se coloca debaixo da autoridade de Cristo pode ser salvo. Ser salvo implica em ter a vida colocada debaixo de sua autoridade. Não somos salvos para sermos livres do inferno, do pecado, de maldições, e tantas outras coisas que se vendem com o Evangelho de Cristo. A Salvação visa colocar o homem debaixo da Autoridade de Cristo. Somente estando debaixo dessa autoridade é que podemos imitar a Cristo. Qualquer tentativa de imitar a Cristo não estando debaixo de sua autoridade é pura hipocrisia. Estar debaixo da Autoridade de Cristo é obedecer aos seus mandamentos.
Romanos 8:29 – diz que fomos predestinados para sermos conforme a imagem de Cristo. O primeiro aspecto dessa imagem em nós é a obediência. Obediência e Humildade andam juntas, vejamos isso na vida de nosso Senhor.
Filipenses 2:5-11 -De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,
Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.
Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome;
Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,
E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.

No Evangelho de João 1: 1-3 – diz que o Senhor Jesus ( A Palavra) estava com Deus e era Deus, todas as coisas foram feitas por ele e sem ele nada seria feito. A Glória de Deus era a Glória do Filho. O Pai e o Filho existem igualmente e são iguais em poder e propriedade. Somente quanto à pessoa diferem o Pai e o Filho. Não é uma diferença essencial; é apenas de organização no seio da trindade.
Filipense 2:5-11, pode ser dividido em duas partes: dos versos 5-7, e os versos 8-11. Nestas duas partes o Senhor é apresentado como alguém que se Humilhou duas vezes. Primeiro esvaziando de sua dinvidade, depois humilhou-se em sua humanidade. Tal foi essa humilhação que na forma humana ninguém a não ser por revelação, o reconhecia como Deus. Como Filho, Ele submeteu-se à autoridade do Pai e declarou: João 14:28. Com prazer o Pai toma o lugar de cabeça e o Filho reage com obediência. Deus Pai torna-se o símbolo de autoridade, e o Filho assume a posição de símbolo da obediência.
Para nós, obedecer deveria ser simples, porque tudo o que a obediência exige é um pouco de humildade. Mas, para o Senhor não foi assim tão simples. Foi mais difícil ser obediente do que criar os céus e a terra. Porque teve de esvaziar-se de toda a glória e poder de sua divindade e assumir a forma de servo para poder obedecer. Assim temos que a obediência teve origem no Filho de Deus.Tal foi essa humilhação que Ele foi obediente até a morte. Na Trindade a obediência é a coisa mais admirável em todo o universo. Por isso Deus o exaltou sobremaneira. Todo aquele que se humilha Deus exalta. Esse é um princípio divino.

Estar em Cristo é ser obediente. O Senhor Jesus deu início a obediência, o Pai tornou-se o cabeça de Cristo. Já que a autoridade e obediência foram instituídas por Deus, é muito natural que aqueles que conhecem a Deus e Cristo obedeçam, mas, quem não os conhecem, não conhecem autoridade e nem obediência. Jesus Cristo é o princípio da obediência. Quem está em Cristo tem que ser uma pessoa obediente.
Em Hebreus 5:8, diz que sendo Filho aprendeu a obediência por aquilo que padeceu. O sofrimento exigiu obediência do Senhor. É muito importante notarmos que Ele não trouxe obediência a esta terra: ele aprendeu a tê-la – e o fez por meio do sofrimento. Quando encontramos o sofrimento, aprendemos a obediência. Essa obediência é verdadeira. Wachmann Nee diz: Ser útil a Deus não é determinado por nosso sofrimento, mas pelo tanto de obediência que aprendemos por meio desse sofrimento. Só os obedientes são úteis para Deus. Enquanto não amolecermos o coração, o sofrimento não nos abandonará.
No nosso caminhar passaremos por muitos sofrimentos. Aqueles que amam os prazeres e as coisas fáceis são inúteis para Deus. Em resumo aprendemos a obedecer no sofrimento.
Atos 14:22 – entramos no reino de Deus por muitas tribulações.
A Salvação torna as pessoas obedientes e alegres, os obedientes experimentarão abundancia da Salvação. Que todos nós obedeçamos ao Senhor Jesus Cristo, que ao ser aperfeiçoado pela obediência se tornou a nossa fonte de Salvação Eterna.
Mateus 11:30 - Quando tomamos consciência da autoridade de Deus, fazemos uma incrível descoberta que obediência é Fácil e que a vontade de Deus é simples. O Senhor Jesus Cristo nos transmitiu essa vida de Obediência. Que possamos imitarmos a Cristo, assim como Ele obedeceu ao Pai em tudo, que nós obedeçamos a Cristo em tudo.

PARCEIROS

Www.Goocrente.Com - Acesse o Maior Pesquisador Cristão da Atualidade! Milhares de Sites Evangélicos, Estudos Bíblicos, Variedades, Cifras, Pastores, Igrejas, Eventos, Portais, Revistas, Rádios e muito mais.


Busca na web
Aonde.com - outros serviços: Download, Jogos e BuscaUrl
Cadecristo.com.br - Portal GOSPEL do Brasil - Pesquisa e busca 
evangélica - Jesus Cristo através da Internet

REDE SOCIAIS

União de Blogueiros Evangélicos
Uêba - Os Melhores Links

ARTIGOS E TEXTOS

O ARTIGO - Publique seus artigos de graça para milhares de leitores!

PROPAGANDA

 Carteiro Xpress
 Envie e-mails com
 facilidade e segurança.

  © Blogger templates Inspiration by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP