Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

BEM VINDOS!

É imensa satisfação receber sua visita a este blog. Meu desejo é que os artigos postado possam edificar, consolar sua vida. Caso algum artigo lhe seja útil e queira usar fique a vontade para isso, pois tudo é feito para Honra e Glória do Senhor Jesus Cristo. Um pedido quero fazer, se você foi edificado, consolado indique este blog ao seu círculo de relacionamento. Minha oração ao Pai do Senhor Jesus Cristo é que Ele lhe abençoe imensamente, com todo sorte de Bençãos espirituais nos lugares celestiais.

Para Meditar

Em seu Emaill!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

TRANSLATE

Pesquisar este blog

10 de nov de 2008

AS COISAS DA VIDA


Andando pela estrada da vida e se por ventura pararmos em uma de suas esquinas, aquela mais movimentada e ficar observando os transeuntes passarem com bastante atenção, poderemos notar que o corre-corre desta vida está ligado às coisas simples, que não deveriam fazer parte de nossas preocupações.
Segundo Abraham Maslow, um cientista e psicólogo comportamental este corre-corre é motivado pela busca de necessidades pessoais. Este cientista observou nove necessidades básicas comuns a todas as pessoas e culturas, a qual chamou de Hierarquia de Necessidades, abaixo citado:
Alimento
Água
Vestimentas
Abrigo
Proteção
Segurança
Preservação
Auto-realização
Significado.

Esta hierarquia de necessidade está na vida do ser humano porque lhe falta um significado para sua vida. Esta falta de significado tem levado muitos ao suicídio, drogas, violência, roubo, assassinato e tantos outros males que afligem a humanidade. O sentido de significado não consegue se outras necessidades não forem supridas, como as oito primeiras da Hierarquia de Maslow. Falando assim parece que estamos voltando ao ponto, ou seja, a busca dessas necessidades e essa busca nos leva ao corre-corre desta vida. Como poderemos ter as nossas necessidades supridas sem ficar preocupados e envolvidos com esse corre-corre? Para respondermos essa pergunta temos de voltar as nossas origens. Qual a nossa origem? Se o nosso conceito de origem é a teoria da Evolução elaborada por Darwin, não há uma resposta, pois o ficar livre desse corre-corre faz parte da evolução e provavelmente milhões de anos passarão até que o ser humano consiga esse objetivo e nos não estaremos aqui para presenciar isso, pois certamente seremos fósseis. Considerando que nossas origens estão no Deus criador, aquele que fez os céus e a Terra em que vivemos, temos então uma possibilidade de libertação e de significado. Não entraremos no mérito da criação, mas somente a um ponto de suma importância, “Criou Deus o homem a sua imagem e semelhança” como está escrito em Gênesis 1.26. Se Deus é o criador de tudo, podemos nós então, confiarmos neste Deus para suprir todas as nossas necessidades básicas e também nos dar sentido de significado. Sobre isto Jesus Cristo falou: “Por isso, vos digo: não andeis cuidadosos quanto a vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta? Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura?
E quanto ao vestuário, porque andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham, nem fiam. E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pequena fé?
Estas palavras de Jesus parecem antagônicas a nossa vida! Hoje as pessoas lidam com a vida de duas maneiras: ou trabalham para viver ou vivem para trabalhar. Jesus afirmou: Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo, mais do que a vestimenta? Existem muito mais coisas na vida do que trabalhar, até mesmo para alcançar as necessidades básicas. O trabalho é importante, mas não define quem somos. Cristo afirmou: Não fiquem preocupados. Nosso problema é que a fonte de sustento somos nós mesmos, ou esperamos em outras pessoas (pais, cônjuge, patrão, governo). Falta-nos um encontro real e um conhecimento claro da pessoa de Deus. Há uma necessidade de voltarmos as nossas raízes, ou seja, uma vida real com Deus como a que Adão e Eva desfrutavam com Ele. Esse relacionamento é possível hoje, pois, Jesus Cristo morreu na Cruz para nos levar de volta para Deus. Através de Jesus somos reconciliados com Deus Pai. Para que possamos ter um sentido de significado, uma entrega da vida ao Senhor Jesus Cristo é primordial e a partir disto começaremos a ter sentido para nossa vida. Somente em Jesus Cristo isto é possível – João 3:16, 18 - Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Pr. Carlos Henrique Amorim
ch.amorim@uol.com.br
http://www.igrejaemibirama.org.br/
Postar um comentário

PARCEIROS

Www.Goocrente.Com - Acesse o Maior Pesquisador Cristão da Atualidade! Milhares de Sites Evangélicos, Estudos Bíblicos, Variedades, Cifras, Pastores, Igrejas, Eventos, Portais, Revistas, Rádios e muito mais.


Busca na web
Aonde.com - outros serviços: Download, Jogos e BuscaUrl
Cadecristo.com.br - Portal GOSPEL do Brasil - Pesquisa e busca 
evangélica - Jesus Cristo através da Internet

REDE SOCIAIS

União de Blogueiros Evangélicos
Uêba - Os Melhores Links

ARTIGOS E TEXTOS

O ARTIGO - Publique seus artigos de graça para milhares de leitores!

PROPAGANDA

 Carteiro Xpress
 Envie e-mails com
 facilidade e segurança.

  © Blogger templates Inspiration by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP